O extrato de malte é visto com bons olhos por uns e por outros nem tanto.

A questão principal que percebemos nem é tanto pelo sabor, (que, aliás, não deixa nada a desejar para a produção com grãos) mas em onde esta a graça em fazer uma cerveja tão rápida, sem precisar moer o malte, sem passar aproximadamente 7 horas no trabalho árduo.

O Brasil ainda tem muito preconceito com esta forma de produção artesanal de cervejas, já nos EUA e Europa é um tipo muito comum de produção, onde se encontra até em lojas de materiais para construção este tipo de produto.

Estamos falando aqui daquele extrato em lata, tem ainda o extrato de malte em pó, que também é muito fácil de fazer uma receita de cerveja artesanal, porém, é limitado ainda as quantidades de receitas, pois só é fabricado no Brasil o extrato a base de Pilsen.

Aqui na loja sempre nos perguntam sobre o sabor, para ser sincero não perde nada para a produção com grãos, a questão é;

Por se tratar de um produto processado que vem de outro país, neste caso há o agravante do seu deslocamento até o Brasil, o sabor acaba não ficando tão acentuado quanto a produção com grãos.

Mas eu particularmente, já tomei várias cervejas com 100% extrato de malte e estavam excelentes, ainda mais quando se acrescenta alguns lúpulos ou incrementa-se a receita com dry-hopping dependendo do estilo.

Quais as vantagens em fazer cerveja com extrato de malte?

1 – Poucos equipamentos, basicamente: balde fermentador – colher cervejeira – densímetro com proveta e claro o extrato de malte propriamente dito;

2 – Rapidez:  1 hora no máximo – com extrato em pó existe receita de 15 minutos;

3 – Pouca sujeira e praticamente nenhuma bagunça;

Pois é, agora é com você.

Se quiser o glamour de moer o seu próprio malte, controlar temperatura, aguardar resfriamento etc... Vá no método tradicional de fazer cerveja em casa.

Quer ganhar tempo e ter uma cerveja de qualidade, vá de extrato de malte.

Marcelo
Brew Market  - Sua própria cerveja.

Read more >